Sábado, 24 de julho de 2021

Brasil

Congresso veta nome artístico de cantor para não desagradar Bolsonaro

Motivo seria a semelhança com o nome do deputado Jean Wyllys, desafeto do presidente eleito

Congresso veta nome artístico de cantor para não desagradar Bolsonaro

Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

Por: Juliana Rodrigues no dia 07 de novembro de 2018 às 07:40

O tenor brasileiro Jean William, que cantou o hino nacional na sessão solene em homenagem aos 30 anos da Constituição, ontem (6), no Congresso Nacional, teve o nome vetado para não desagradar o presidente eleito Jair Bolsonaro.

Segundo a colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, o artista foi apresentado como Jean Silva, para evitar que Bolsonaro ligasse seu nome ao do deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ), desafeto do presidente eleito.

O cantor, que se chama Jean William Silva, disse não saber o motivo pelo qual não foi anunciado pelo nome artístico. A assessoria de imprensa do Senado informou à Folha que a secretaria-geral da mesa, que encaminhou a cerimônia, "optou pela praxe de usar o primeiro e o último nomes de autoridades e convidados".

Congresso veta nome artístico de cantor para não desagradar Bolsonaro - Metro 1