Brasil

Ex-ministro de Dilma vai assumir presidência do BNDES, diz jornal

Anúncio oficial da indicação de Joaquim Levy deve ser feito entre hoje e amanhã

[Ex-ministro de Dilma vai assumir presidência do BNDES, diz jornal]
Foto : Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por Juliana Rodrigues no dia 12 de Novembro de 2018 ⋅ 09:08

O economista e ex-ministro da Fazenda do governo Dilma Rousseff, Joaquim Levy, será o novo presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), substituindo Dyogo Oliveira.

De acordo com o jornal O Estado de S. Paulo, uma fonte que acompanha a formação da equipe de governo do presidente eleito Jair Bolsonaro informou que Levy assumiria o cargo com o compromisso de ampliar a interação do BNDES com os organismos multilaterais, como o próprio Banco Mundial e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). A ideia é estabelecer parcerias para captação de recursos junto a essas instituições.

Levy foi secretário do Tesouro Nacional no governo Lula e secretário da Fazenda no primeiro governo de Sérgio Cabral, no estado do Rio de Janeiro. O anúncio oficial do economista como presidente do BNDES deve ser feito entre hoje e amanhã.

Notícias relacionadas