Brasil

Brasil possui cerca de 22,6 mil jovens privados de liberdade, aponta CNJ

A Bahia aparece como um dos dois estados com a menor proporção de internos provisórios, com 7%

[Brasil possui cerca de 22,6 mil jovens privados de liberdade, aponta CNJ]
Foto : Marcelo Camargo / Agência Brasil

Por Daniel Brito no dia 12 de Novembro de 2018 ⋅ 19:00

Pesquisa feita pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) concluiu que, no Brasil, há cerca de 22.640 jovens privados de liberdade, internados em um pelo menos um dos 461 estabelecimentos socioeducativos existentes no país, acusados de terem cometido algum ato infracional.

Desses, 3.921 são internos provisórios, ou seja, tiveram a liberdade privada sem uma sentença judicial definitiva - o que corresponde a 17% do total.

Ainda de acordo com o levantamento, São Paulo é o estado com mais adolescentes internados: 8.085. Em seguida, vem o Rio de Janeiro com 1.684; Minas Gerais, com 1.537; Pernambuco, com 1.345; Rio Grande do Sul, com 1.223; e Ceará, com 1.173.

Entre os estados com as maiores taxas proporcionais de internos provisórios estão o Ceará (37,6%); o Maranhão (32,4%), o Piauí (29%) e Tocantins (26,5%). Já a Bahia aparece como um dos dois estados com a menor proporção de internos provisórios: 7%, atrás de Roraima, com 5,6%

 

Notícias relacionadas