Brasil

Com medo de perder cargos, servidores apagam críticas a Bolsonaro nas redes

Funcionários de órgãos federais buscam ampliar as chances de aproveitamento na futura gestão, segundo o jornal O Globo

[Com medo de perder cargos, servidores apagam críticas a Bolsonaro nas redes]
Foto : Agência Brasil

Por Juliana Rodrigues no dia 19 de Novembro de 2018 ⋅ 14:40

Em meio aos temores em relação às extinções e fusões de ministérios, além de privatizações de estatais, servidores de pastas e órgãos federais passaram a apagar comentários contrários ao presidente eleito Jair Bolsonaro nas redes sociais, de acordo com o jornal O Globo.

A ideia é ampliar as chances de aproveitamento na futura gestão e evitar que as críticas possam prejudicá-los na disputa por cargos de coordenação.

Os funcionários da TV Brasil, um dos principais veículos da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), estão entre os que mais demonstram preocupação. Em entrevista concedida após ser eleito, Bolsonaro manifestou a intenção de extinguir a emissora.

Já os órgãos ligados à proteção ambiental se preocupam com a incerteza sobre a fusão do Ministério do Meio Ambiente com a pasta da Agricultura, e com a falta de um representante do novo governo que assuma a temática ambiental.

Notícias relacionadas