Brasil

Governador eleito de Roraima defende prolongamento da intervenção federal

Antonio Denarium (PSL) defendeu ainda a necessidade de restrição do acesso de venezuelanos ao estado

[Governador eleito de Roraima defende prolongamento da intervenção federal]
Foto : Marcelo Camargo / Agência Brasil

Por Daniel Brito no dia 11 de Dezembro de 2018 ⋅ 18:20

O governador eleito de Roraima e interventor nomeado, Antonio Denarium (PSL), disse hoje (11) que pediu a prorrogação da intervenção nas áreas de segurança e finanças no estado, por mais 60 dias, a partir do dia 1º de janeiro.

Segundo o governo federal, até o fim de dezembro, 4 mil venezuelanos que entraram no país através de Roraima devem ser interiorizados. A chegada dos migrantes é apontada pelas autoridades locais como agravante da crise no estado.

De acordo com Denarium, o presidente eleito, Jair Bolsonaro, já está ciente do assunto. "Solicitamos uma intervenção por um prazo mais longo na segurança pública e também na Secretaria de Fazenda do estado, como forma de alocar os recursos do governo federal para que sejam aplicados de forma a atender toda a população", disse o governador eleito.

Denaruim defendeu ainda a necessidade de restrição do acesso de venezuelanos ao estado. Na sua avaliação, o fluxo migratório tem sobrecarregado os serviços públicos em Roraima, principalmente nas áreas de educação, saúde e segurança pública. 
 

Notícias relacionadas

[Mega-Sena sorteia R$ 3 mi hoje]
Brasil

Mega-Sena sorteia R$ 3 mi hoje

Por Lara Curcino no dia 19 de Outubro de 2019 ⋅ 10:27 em Brasil

Concurso será às 20h; apostas podem ser feitas até 19h