Brasil

Justiça suspende passaporte diplomático para Edir Macedo e esposa

No entendimento do juiz Vigdor Teitel, a atuação como líder religioso não representa "interesse do país"

[Justiça suspende passaporte diplomático para Edir Macedo e esposa]
Foto : Reprodução / Instagram

Por Juliana Rodrigues no dia 17 de Abril de 2019 ⋅ 08:40

O juiz Vigdor Teitel, da 11ª Vara Federal do Rio de Janeiro, suspendeu ontem (16) a concessão de passaporte diplomático para o bispo Edir Macedo e sua esposa, Eunice Bezerra. Atendendo a uma ação popular, o magistrado entendeu que a emissão do documento para o casal estava em desacordo com a legislação.

Embora o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, tenha argumentado que Edir e Eunice poderiam "desempenhar de maneira mais eficiente suas atividades em prol das comunidades brasileiras no exterior" com o documento, o juiz discordou.

"A atuação como líder religioso, no desempenho de atividades da Igreja, ainda que em prol das comunidades brasileiras no exterior, não significa que o mesmo represente 'interesse do País', de forma a justificar a proteção adicional consubstanciada no passaporte diplomático, sendo certo que as viagens missionárias - mesmo que constantes -, e as atividades desempenhadas no exterior não ficam, de modo algum, prejudicadas sem a utilização do documento em questão", defendeu o magistrado.

Notícias relacionadas