Brasil

ProUni para o segundo semestre abre inscrições próxima segunda-feira

Programa oferece bolsas em instituições de ensino superior privadas

[ProUni para o segundo semestre abre inscrições próxima segunda-feira ]
Foto : Valter Campanato/Agência Brasil

Por Aline Reis no dia 18 de Maio de 2019 ⋅ 09:20

As instituições de educação superior que desejarem participar da edição do Programa Universidade para Todos (ProUni) do segundo semestre deste ano têm até o dia 20 para manifestar interesse, por meio do Sistema Informatizado do ProUni, o SisProUni, na internet.

A formalização é obrigatória para aquelas que desejam participar do programa tanto no caso de primeira adesão quanto de renovação, conforme informa a Agência Brasil.

Após a manifestação de interesse, a adesão ao ProUni deverá ser feita até o dia 27. O ProUni concede bolsas de estudo integrais e parciais em cursos de graduação e sequenciais de formação específica, em instituições privadas de educação superior. Em contrapartida, as instituições recebem isenção de tributos.

Na primeira edição deste ano foram ofertadas 243.888 bolsas de estudo em 1.239 instituições particulares de ensino. Do total de bolsas, 116.813 eram integrais e 127.075 parciais, de 50% do valor das mensalidades.

Notícias relacionadas

[Inscrições para o Prouni se encerram hoje]
Brasil

Inscrições para o Prouni se encerram hoje

Por Juliana Rodrigues no dia 14 de Junho de 2019 ⋅ 14:20 em Brasil

Programa oferece cerca de 169 mil vagas, sendo 68 mil de bolsas de estudo integrais e 101,1 mil para bolsas parciais

[Morre, aos 76 anos, jornalista Clóvis Rossi ]
Brasil

Morre, aos 76 anos, jornalista Clóvis Rossi 

Por Alexandre Galvão no dia 14 de Junho de 2019 ⋅ 07:48 em Brasil

Nascido em 25 de janeiro de 1943 no bairro do Bexiga, em São Paulo, filho de seu Olavo, vendedor de máquinas pesadas, e dona Olga, artesã de grinaldas e buquês de flores,...

[Bolsonaro pede desculpas a Maria do Rosário]
Brasil

Bolsonaro pede desculpas a Maria do Rosário

Por Kamille Martinho no dia 13 de Junho de 2019 ⋅ 16:20 em Brasil

O pedido é o cumprimento de uma determinação judicial, após o presidente afirmar que a deputada "não merecia ser estuprada"