METROPOLE

Segunda-feira, 17 de maio de 2021

Brasil

Anac vê indícios de que avião que levava Gabriel Diniz fazia táxi aéreo 

Em nota, a agência disse que o "avião não poderia prestar serviços fora de sua finalidade, incluindo o transporte remunerado de pessoas"

Anac vê indícios de que avião que levava Gabriel Diniz fazia táxi aéreo 

Foto: Iata Anderson Brandão Alves/Arquivo pessoal

Por: Alexandre Galvão no dia 28 de maio de 2019 às 09:20

A Agência Nacional da Aviação Civil (Anac) informou na noite de ontem (27) que há indícios de que o avião que caiu enquanto transportava o cantor Gabriel Diniz fazia táxi aéreo irregular. A aeronave estava habilitada apenas para instrução. 

Em nota, a agência disse que o "avião não poderia prestar serviços fora de sua finalidade, incluindo o transporte remunerado de pessoas".

Dentro do avião, Gabriel Diniz gravou um vídeo em que fala a um empresário de Alagoas: "Tive que pagar os custos (....) ". No contexto, pode ser uma referência ao abastecimento antes da viagem e ao pagamento de taxas aeroportuárias para operar em Feira de Santana, de onde o avião partiu.

A agência também suspendeu as operações do Aeroclube de Alagoas, dono do avião. Outras 9 aeronaves que pertencem ao aeroclube foram interditadas e estão proibidas de voar. O aeroclube informou acreditar que o processo seja "temporário".

TV METRO

Entrevistas

Ceuci Nunes

Em 17 de maio de 2021
ASSINE O CANALMETROPOLE NO YOUTUBE
Anac vê indícios de que avião que levava Gabriel Diniz fazia táxi aéreo  - Metro 1