Brasil

João de Deus é denunciado por estupro de vulnerável de seis mulheres

Uma das mulheres era portadora de deficiência visual

[João de Deus é denunciado por estupro de vulnerável de seis mulheres]
Foto : Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por Kamille Martinho no dia 28 de Maio de 2019 ⋅ 19:30

O médium João de Deus recebeu mais uma denúncia, desta vez por estupro de vulnerável de seis vítimas. Outras quatro vítimas do médium, cujos crimes já prescreveram, são testemunhas nesta nova denúncia.

Segundo a força-tarefa do Ministério Público de Goiás (MP-GO), criada para investigar as acusações, os atos foram praticados em sala privativa de atendimento individual contra mulheres do Distrito Federal, Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Paraná. 

Segundo os promotores, as seis mulheres que sofreram as agressões sexuais apresentavam algum tipo de vulnerabilidade e o médium aproveitou-se da sua “situação de superioridade” para praticar os atos. Uma das mulheres era portadora de deficiência visual.

João de Deus foi preso no dia 16 de dezembro do ano passado sob a acusação de violação sexual mediante fraude e de estupro de vulnerável, crimes que teriam sido praticados contra centenas de mulheres na instituição em que recebia pessoas em busca de atendimento espiritual, em Abadiânia (GO). 

A defesa de João de Deus nega desde a primeira denúncia as acusações de agressões sexuais.

Notícias relacionadas