Brasil

Raquel Dodge denuncia Fernando Collor por peculato

As investigações mostram que o crime teria sido praticado em 2010

[Raquel Dodge denuncia Fernando Collor por peculato]
Foto : Antônio Cruz/Agência Brasi

Por Kamille Martinho no dia 29 de Maio de 2019 ⋅ 17:00

A procuradora-geral da República (PGR), Raquel Dodge, denunciou hoje (29) ao Supremo Tribunal Federal o senador Fernando Collor de Mello (Pros/AL) por peculado. Ele é acusado de agir, segundo a PGR, para que a BR Distribuidora fechasse contratos com a empresa do alagoano João Lyra, com quem mantém relações políticas, familiares e de amizade.

As investigações mostram que o crime teria sido praticado em 2010, quando ambos eram filiados ao PDT. Dodge diz que os contratos renderam ao empresário R$ 240 milhões e contrariaram regras da  subsidiária da Petrobras. Eles fizeram uma tramitação atípica, ignorando o fato de a empresa de João Lyra estar em crise financeira.

Segundo a denúncia, João Lyra pediu ajuda ao senador em 2010.  A proposta apresentada pelo senador e pelo empresário era o fechamento de um contrato para a compra de safra futura de álcool no valor de R$ 1 bilhão. O então presidente da BR Distribuidora assegurou a Collor que seria encontrada alternativa para o pedido, que acabou sendo viabilizado por meio de três contratos.

Dodge diz ainda na denúncia que, no momento em que foram aprovados o segundo e o terceiro contratos, a BR Distribuidora ignorou recomendação de exigir garantias mais sólidas ou mesmo que se levasse em conta o fato de a companhia já ser credora da empresa de João Lyra.

Notícias relacionadas