Quinta-feira, 02 de dezembro de 2021

Brasil

Informalidade no trabalho volta a bater recorde, diz IBGE

Dados apontam que 11,8 milhões de pessoas estão sem carteira de trabalho assinada no setor privado, enquanto 24,4 milhões trabalham por conta própria

Informalidade no trabalho volta a bater recorde, diz IBGE

Foto: Arquivo/ Agência Brasil

Por: Juliana Rodrigues no dia 31 de outubro de 2019 às 13:20

O número de trabalhadores que estão na informalidade teve crescimento recorde no trimestre encerrado em setembro, segundo informações divulgadas hoje (31) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Os dados apontam que 11,8 milhões de pessoas estão sem carteira de trabalho assinada no setor privado, 338 mil a mais do que no trimestre encerrado em junho, o que representa um crescimento de 2,9%. Já os trabalhadores por conta própria são 24,4 milhões, alta de 1,2% (293 mil pessoas).

Na comparação com o mesmo período de 2018, também há aumento. A alta foi de 3,4% (384 mil) entre os trabalhadores sem carteira assinada, e 4,3% (1 milhão) com os que estão por conta própria.

Atualmente, o Brasil tem 38,8 milhões de trabalhadores informais, o que representa 41,4% do total. Devido à informalidade, a população ocupada registrou um recorde na série histórica que teve início em 2012: 93,8 milhões de pessoas. Desse total, 33,1 milhões têm carteira assinada.

Informalidade no trabalho volta a bater recorde, diz IBGE - Metro 1