Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Brasil

Líder indígena Guajajara é assassinado no Maranhão

O ministro Sergio Moro disse que a PF vai apurar a morte do índio

[Líder indígena Guajajara é assassinado no Maranhão]
Foto : Reprodução/Globo

Por Danielle Campos no dia 03 de Novembro de 2019 ⋅ 08:30

O líder indígena Paulo Paulino Guajajara, do grupo Guardiões da Floresta, foi assassinado na última sexta-feira (1), em uma emboscada, na Terra Indígena Arariboia, no município de Bom Jesus das Selvas, no Maranhão. Outro líder, Laércio Souza Silva, foi hospitalizado com ferimentos à bala, mas já teve alta hospitalar. A informação foi confirmada pela Secretaria de Participação e Direitos Humanos do Maranhão.

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, afirmou por meio de sua conta do Twitter, que a Polícia Federal (PF) irá investigar o crime. "Não pouparemos esforços para levar os responsáveis por este crime grave à Justiça", disse Moro. O governador do Maranhão, Flávio Dino, também usou o Twitter para se manifestar sobre o ocorrido. Ele disse que a competência para apurar crimes é da esfera federal, mas que a polícia estadual colabora com as investigações.

Segundo relatos, Laércio e Paulino, haviam se afastado da aldeia para buscar água, quando foram cercados por cinco homens armados que atiraram contra eles. A Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib) criticou, através de nota, a "ausência do poder público na proteção dos territórios indígenas”.

Notícias relacionadas