Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Brasil

Manifestantes fazem protesto na Fundação Palmares contra novo presidente

Nomeado na quarta (27), Sérgio Nascimento de Camargo pediu o fim do movimento negro e afirmou que a escravidão no Brasil foi "terrível" mas “benéfica para os descendentes"

[Manifestantes fazem protesto na Fundação Palmares contra novo presidente]
Foto : Reprodução

Por Kamille Martinho no dia 29 de Novembro de 2019 ⋅ 17:23

Militares do movimento negro fizeram um protesto na Fundação Palmares hoje (29), em Brasília, contra seu novo presidente, Sérgio Nascimento de Camargo.

Nomeado na última quarta-feira (27) para o cargo, Camargo pediu o fim do movimento negro e afirmou que a escravidão no Brasil foi "terrível", entretanto, “benéfica para os descendentes".

"A Fundação Palmares foi criada para fomentar políticas culturais para a população negra e ele [Sergio Nascimento] chega a dizer que a escravidão foi benéfica para nós, negros. Imagine se uma pessoa dessa natureza pode dirigir a fundação Palmares", disse a deputada Benedita da Silva.

No protesto, os manifestantes entraram no prédio e ocuparam, simbólicamente, a antessala do gabinete da presidência e outros espaços do órgão. Entretanto, os ativistas deixaram o local sem serem recebidos pelo presidente, que, segundo funcionários do local, não estava no prédio.

A Secretaria Especial da Cultura disse, em nota, que "condena a atitude violenta e antidemocrática" dos manifestantes e que "reitera total apoio ao presidente da fundação, e que mantém a firme disposição de lutar contra o aprisionamento mental e ideológico que submete, até hoje, o povo negro à condição de eternos escravos".

Notícias relacionadas