Brasil

Wajngarten tem cinco dias para se explicar à Justiça

A intimação é uma decorrência da ação popular, apresentada pelo Psol, que pede o afastamento de Wajngarten do governo

[Wajngarten tem cinco dias para se explicar à Justiça]
Foto : Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por Luciana Freire no dia 20 de Janeiro de 2020 ⋅ 20:30

A Justiça do Distrito Federal deu um prazo de cinco dias úteis para que o chefe da Secretaria de Comunicação (Secom) do governo de Jair Bolsonaro, Fabio Wajngarten, explique a relação da sua empresa com os contratos da Secom.

A intimação é uma decorrência da ação popular, apresentada pelo partido Psol, que pede o afastamento de Wajngarten do governo. O despacho foi emitido na sexta-feira (17), mas o prazo começa a contar com a notificação de Wajngarten, o que deveria acontecer hoje (20).

Fabio Wajngarten, rebateu hoje, em publicação no Twitter, uma reportagem da Folha, que revelou que a agência de publicidade Artplan, cliente de sua empresa FW Comunicação, passou a receber a maior parte da verba publicitária redistribuída pela pasta desde a atual gestão.

Wajngarten negou que ser sua cliente tenha sido o motivo pelo qual a Artplan se tornou líder entre as empresas com maior volume de recursos de publicidades.

Notícias relacionadas