Brasil

Ministro faz análise de prova do Enem de candidata após pedido do pai no Twitter

Há ao menos 24 ações individuais na Justiça, além de uma ação civil pública do Ministério Público Federal de Minas Gerais, que pedem nova correção da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)

[Ministro faz análise de prova do Enem de candidata após pedido do pai no Twitter]
Foto : Agência Brasil

Por João Brandão no dia 26 de Janeiro de 2020 ⋅ 15:00

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, determinou nova análise da prova do Enem de uma candidata após receber reclamação do pai dela no Twitter.

De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, há ao menos 24 ações individuais na Justiça, além de uma ação civil pública do Ministério Público Federal de Minas Gerais, que pedem nova correção da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Neste ano, o exame teve parte de suas notas divulgadas com erros, causando vários transtornos aos estudantes que tentam vagas nas universidades públicas.

Neste sábado (25), um homem identificado como Carlos Santanna postou no Twitter uma reclamação, marcando o perfil do ministro da Educação: "Ministro, minha filha tem certeza que a prova do Enem dela não teve a correção adequada e que ela foi prejudicada. E agora? A inês é morta? O Sisu [Sistema de Seleção Unificada] termina amanhã", escreveu, identificando, em seguida, o número de inscrição da filha do Enem.

Cerca de uma hora depois, Weintraub respondeu ao seguidor, também no Twitter, com um print screen de uma mensagem privada que trocou no WhatsApp com uma pessoa registrada em seu telefone celular como "Alê".

Nessa mensagem, "Ale" escreve, em resposta ao pedido anterior de Weintraub para verificar o caso: "Ministro, a participante teve a prova corrigida corretamente. Tudo confere. Fez a prova em Ribeirão Preto/SP. Conferido com a aplicadora. Não houve erro de associação no caso dela", escreve "Alê", em referência ao erro de associações de códigos que teriam causado os problemas em cerca de 6.000 provas.

Weintraub, então, respondeu ao apoiador, no Twitter, postando o print screen da conversa, precedida da seguinte frase: "Caro Carlos, veja a resposta abaixo. Abraço."

Notícias relacionadas

[Motorista acusado de assédio se defende]
Brasil

Motorista acusado de assédio se defende

Por Luciana Freire no dia 18 de Fevereiro de 2020 ⋅ 21:00 em Brasil

Segundo ele a passageira menor de idade "está sorrindo espalhada no banco", usando "short tipo Anitta"

[Michelle Bolsonaro pede outro lugar para trabalhar]
Brasil

Michelle Bolsonaro pede outro lugar para trabalhar

Por Luciana Freire no dia 18 de Fevereiro de 2020 ⋅ 17:20 em Brasil

Após repercussão com desmonte de biblioteca, um novo local está sendo providenciado para abrigar a primeira-dama e sua equipe

[Fila do Bolsa Família já tem 3,5 milhões de pessoas]
Brasil

Fila do Bolsa Família já tem 3,5 milhões de pessoas

Por Kamille Martinho no dia 18 de Fevereiro de 2020 ⋅ 16:40 em Brasil

No final de janeiro, o Ministério da Cidadania informou que a lista de pedidos para entrar no programa seria três vezes menor: 494 mil famílias

[Moro vai pintar presídios com frase: 'Diga não à facção']
Brasil

Moro vai pintar presídios com frase: 'Diga não à facção'

Por Juliana Almirante no dia 18 de Fevereiro de 2020 ⋅ 13:20 em Brasil

Ideia é alertar presos de que, segundo a recém-aprovada lei anticrime, o detento que tem vínculo com organização criminosa não pode ser beneficiado com progressão de regi...