Brasil

Com corte de verbas do sistema S, Sesc e Senac vão fechar 256 escolas

Cerca de 10 mil funcionários poderão ser demitidos, segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo

[Com corte de verbas do sistema S, Sesc e Senac vão fechar 256 escolas]
Foto : Divulgação

Por Metro1 no dia 01 de Abril de 2020 ⋅ 08:55

Logo após o governo federal anunciar que vai realizar um corte de 50% nas verbas destinadas ao Sistema S, a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) emitiu uma nota informando que a decisão irá levar ao fechamento de 256 unidades dos serviços. O corte representa um total de R$ 2 bilhões utilizados para manter o funcionamento dos centros de atividades e quitar os salários dos servidores.

De acordo com a confederação, caso a medida mantenha-se de pé, a confederação informou que será preciso demitir cerca de 10 mil funcionários do Sesc e do Senac. Entre os estados mais afetados, estarão: Rio de Janeiro (34), Pernambuco (29), Santa Catarina (28), Rio Grande do Norte (18), Goiás (17), Piauí (16), Paraná (16), Amazonas (15), Minas Gerais (14) e Acre (13).

O corte levaria ao encerramento das atividades de 144 unidades do Sesc, resultando no desligamento de 6.670 funcionários. Já no Senac, a conta é de 121 escolas encerradas, demitindo 3.540 colaboradores.

Por essa razão, a confederação enviou aos governadores de todo o país um documento, no qual pede ajuda para sensibilizar o governo federal a reavaliar os cortes. A CNC também enviou outra solicitação ao presidente Jair Bolsonaro, aos ministros Paulo Guedes (Economia) e Luiz Mandetta (Saúde), e aos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Davi Alcolumbre. Neste documento, há a a sugestão de implementação de um plano de combate ao covid-19. A ideia é que sejam investidos R$ 1 bilhão para garantir o funcionamento dos serviços, com reforço na área de saúde.

Notícias relacionadas