Brasil

Cardiologista Roberto Kalil fez uso de cloroquina em tratamento contra orientação de seu médico

Carlos Carvalho avisou ao seu colega e paciente que não concordava com a utilização do medicamento

[Cardiologista Roberto Kalil fez uso de cloroquina em tratamento contra orientação de seu médico]
Foto : Reprodução/TV Globo

Por Metro1 no dia 09 de Abril de 2020 ⋅ 11:42

O cardiologista Roberto Kalil Filho, do Hospital Sírio-Libanês, fez uso da cloroquina em seu tratamento contra o coronavírus divergindo da indicação de um de seus médicos, Carlos Carvalho, que atende na mesma unidade de saúde e é professor da Universidade de São Paulo (USP). 

O pneumologista explicou que Kalil perguntou a ele se deveria utilizar o medicamento, após conversar com outros membros da equipe médica. Carvalho, no entanto, respondeu a ele que não concorda com a medida, mas que não se oporia. 

"Cientificamente, estou certo de que ainda não há estudos que comprovem a eficácia da cloroquina contra o coronavírus", disse Carvalho. “Não há como dizer que foi a cloroquina que ajudou o Kalil. Ele tomou outros remédios além dela. Eu mesmo tive coronavírus, tomei Novalgina e outros remédios e estou curado. Vou dizer que a Novalgina cura coronavírus?”, completou ele.

Notícias relacionadas