Brasil

Com 781 habitantes, cidade menos populosa do Brasil dispensa visitantes para prevenir coronavírus

Serra da Saudade (MG) não tem estrutura para lidar com eventuais casos, contando com apenas um posto de saúde

[Com 781 habitantes, cidade menos populosa do Brasil dispensa visitantes para prevenir coronavírus]
Foto : Reprodução

Por Juliana Rodrigues no dia 09 de Abril de 2020 ⋅ 14:00

Com apenas 781 habitantes, a cidade de Serra da Saudade (MG), a menos populosa do Brasil, quer ficar longe dos holofotes em meio à pandemia do coronavírus. Segundo a Folha, o prefeito Alaor José Machado (PP) dispensa pedidos de entrevistas.

Embora não haja nenhum caso da doença no local, nem suspeitas de infecção pela Covid-19 no momento, a prefeitura observou um aumento na circulação de visitantes nas últimas semanas e faz campanhas para evitar turistas. A cidade não tem nenhuma pousada ou hotel.

“Como Serra da Saudade transmite uma calmaria e não teve infectados, muitos vieram para cá com medo do coronavírus, mas todos estamos expostos e não é para ficar viajando”, diz Amarildo Fernandes, secretário municipal de saúde. “A maioria reside em Divinópolis ou Belo Horizonte e tem casas ou familiares por aqui. A orientação é para o morador pedir que seus amigos e parentes não fiquem viajando”, completou.

Situada a 239 km de Belo Horizonte, a cidade não tem estrutura para lidar com casos de coronavírus. O posto de saúde, único equipamento do município, tem um clínico geral e um pediatra do Programa Saúde Familiar. “Se houver a necessidade de encaminhamento, o paciente deverá ser conduzido para hospitais em cidades vizinhas de Estrela do Indaiá e Dores do Indaiá, mas lá também não também não tem UTI”, afirma o secretário.

A Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais informou que Serra da Saudade, Estrela do Indaiá e Dores do Indaiá têm acesso aos leitos de UTI em Divinópolis.

Notícias relacionadas