Brasil

Pastor gay deixa de participar de Marcha para Jesus e conta que é mais acolhido nas paradas LGBTQ+

O fundador da Igreja Cristã Contemporânea acrescentou também que tentam manipular as palavras da Bíblia

[Pastor gay deixa de participar de Marcha para Jesus e conta que é mais acolhido nas paradas LGBTQ+]
Foto : Reprodução/ Twitter

Por João Brandão no dia 08 de Junho de 2020 ⋅ 19:31

O pastor e fundador da Igreja Cristã Contemporânea, Marcos Gladstone, em entrevista hoje (8) à Rádio Metrópole, disse foi mais acolhido nas paradas LGBTQ+ do que na Marcha para Jesus, que deixou de participar.

“Vários pastores tradicionais da Marcha para Jesus, que não falan de Jesus, só de que homossexuais iam para o inferno. Estamos indo para todas as paradas LGBTQ+. Temos os mesmos dogmas evangélicas. A gente preserva, almeja e ministra da importância da familia, tenta acolher homoafetivos”, disse ele, que é casado há 13 anos e tem quatro filhos com um homem.

O pastor acrescentou também que tentam manipular as palavras da Bíblia. “Nem a Bíblia e jamais Deus jamais condenou a homossexualidade”, pontuou.

Notícias relacionadas