Brasil

Caso Marielle: bombeiro preso tem carros de luxo e apartamento avaliado em R$ 2 milhões no Rio

Maxwell Simões recebe R$ 4.600 de salário mensal; além de ocultamento de armas do crime, ele será investigado por lavagem de dinheiro

[Caso Marielle: bombeiro preso tem carros de luxo e apartamento avaliado em R$ 2 milhões no Rio]
Foto : Reprodução/TV Globo

Por Metro1 no dia 11 de Junho de 2020 ⋅ 08:00

O sargento do Corpo de Bombeiros preso ontem (10) preventivamente por suspeita de envolvimento na morte de Marielle Franco e Anderson Gomes, Maxwell Simões Corrêa, recebe salário líquido de R$ 4.600 por mês. Ele é investigado por suposta ajuda no ocultamento de armas de um dos acusados pelo assassinato.

De acordo com o UOL, a polícia afirma que ele é dono de um patrimônio milionário, incompatível com sua renda, e possui carros importados, além de um apartamento de luxo em frente à praia da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro (RJ), avaliado em cerca de R$ 2 mi. 

Suel, como é conhecido, é amigo e braço-direito de Ronnie Lessa, sargento da reserva da Polícia Militar, que foi apontado como responsável pelos disparos que mataram Marielle e Anderson, em 2018. Em razão dos bens de alto valor, o bombeiro também será investigado pelo crime de lavagem de dinheiro.

Notícias relacionadas

[Ex-governador de Sergipe morre aos 79 anos]
Brasil

Ex-governador de Sergipe morre aos 79 anos

Por Adele Robichez no dia 25 de Novembro de 2020 ⋅ 11:30 em Brasil

João Alves Filho estava internado em estado grave no Hospital Sírio Libanês, em Brasília, após sofrer parada cardíaca