Brasil

Invadir hospitais é crime, estimular também, diz Gilmar Mendes

Na quinta (11), o presidente Jair Bolsonaro incentivou que as pessoas "arranjem um jeito" de invadir hospitais para checar a ocupação de leitos

[Invadir hospitais é crime, estimular também, diz Gilmar Mendes]
Foto : Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Por Kamille Martinho no dia 14 de Junho de 2020 ⋅ 13:30

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes, escreveu hoje (14), em seu Twitter, que o Ministério Público devem atuar em relação as pessoas que invadiram hospitais na última semana.

"Invadir hospitais é crime - estimular também. O Minitério Público (a PGT e os MPs Estaduais devem atuar imediatamente. É vergonhoso - para não dizer ridículo - que agentes públicos se prestem a alimentar teorias da conspiração, colocando em risco a saúde pública", escreveu.

Na última sexta-feira (12) um grupo, formado por pelo menos seis pessoas, invadiu o Hospital Municipal Ronaldo Gazolla, e provocou confusão em alas restritas a médicos e pacientes na tarde desta. De acordo com relatos de profissionais, uma mulher, pertencente ao grupo, muito alterada, teria chutado portas, derrubado computadores e até tentado invadir leitos de pacientes internados.

Na quinta (11), o presidente Jair Bolsonaro incentivou que as pessoas "arranjem um jeito" de invadir hospitais para checar a ocupação de leitos.

Notícias relacionadas