Brasil

Operação da PF investiga sobrepreço no Hospital de Campanha de Aracaju

Ação tem o apoio da Controladoria-Geral da União (CGU) e investiga direcionamento e sobrepreço no contrato em mais de R$ 3,2 milhões

[Operação da PF investiga sobrepreço no Hospital de Campanha de Aracaju]
Foto : Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por Luciana Freire no dia 07 de Julho de 2020 ⋅ 11:40

A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (7), em Aracaju, Sergipe, a Operação Serôdio para investigar supostas fraudes na contratação de empresa para montagem da estrutura do Hospital de Campanha da cidade. A ação tem o apoio da Controladoria-Geral da União (CGU) e investiga direcionamento e sobrepreço no contrato em mais de R$ 3,2 milhões.

Ao todo, nove mandados de busca e apreensão em Aracaju e em Nossa Senhora do Socorro estão sendo cumpridos. O trabalho conta com a participação de dois auditores da CGU e de 50 policiais federais.

A PF também investiga a contratação de serviços por parte do hospital, como gás, luz, água e esgoto.

Notícias relacionadas