Brasil

INSS adia para agosto retomada gradual do atendimento presencial

Atendimento remoto, que terminaria em 13 de julho, foi prorrogado até 31 de julho após "nova avaliação"

[INSS adia para agosto retomada gradual do atendimento presencial]
Foto : Divulgação/INSS

Por Juliana Rodrigues no dia 08 de Julho de 2020 ⋅ 13:40

O atendimento presencial para os segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), que estava previsto para ser retomado gradualmente a partir de 13 de julho, foi adiada para 3 de agosto.

Em portaria publicada hoje (8) no Diário Oficial da União, o governo federal decidiu prorrogar o atendimento remoto até 31 de julho, uma sexta-feira.

Em nota, o INSS justificou que o adiamento foi definido "após nova avaliação das informações apresentadas pelo grupo de trabalho responsável pelo plano de ação de reabertura indicar que um número reduzido de agências cumpriria todos os requisitos estabelecidos até a data anteriormente prevista. Essa decisão mostra que os gestores da Previdência Social estão comprometidos com o objetivo de conciliar a segurança sanitária da população e dos servidores com a garantia da proteção social dos segurados e beneficiários".

O atendimento presencial foi suspenso em março devido à pandemia do coronavírus e deverá ser retomado gradualmente. Primeiro, serão atendidos os segurados e beneficiários com prévio agendamento pelos canais remotos.

Notícias relacionadas