Brasil

Inpe alerta que desmatamento da Amazônia bate recorde em junho

Índice coincide com a pressão sofrida pelo governo federal por investidores estrangeiros que ameaçam retaliar o país caso desmatamento não seja reduzido

[Inpe alerta que desmatamento da Amazônia bate recorde em junho]
Foto : Ibama

Por Luciana Freire no dia 10 de Julho de 2020 ⋅ 18:20

O desmatamento na Amazônia em junho quebrou mais um recorde na série histórica do mês e chegou a 1.034,4 km² devastados, segundo números do sistema Deter do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) divulgados hoje (10). O índice é 10,6% maior do que o registrado no mesmo período, em 2019.

Segundo o Deter, que compila alertas diários de desmatamento por meio de imagens de satélite, a derrubada da floresta também cresceu 25% de janeiro a junho em relação ao mesmo intervalo no ano passado.

A alta de junho deste ano coincide com a pressão sofrida pelo governo federal por investidores estrangeiros, que ameaçam retaliar o país caso os índices de desmatamento não sejam reduzidos.

No ano passado, o desgaste ficou em boa parte concentrado no ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, que nesta semana teve um pedido de afastamento requerido pelo Ministério Público Federal (MPF) por improbidade administrativa.

Notícias relacionadas