Brasil

Prefeito de Itajaí-SC quer tratar Covid-19 com aplicação retal de ozônio

"Provavelmente vai ser uma aplicação via retal (...) tranquilíssima, rapidíssima, de dois minutos, num cateter fininho e isso dá um resultado excelente", disse Volnei Morastoni (MDB)

[Prefeito de Itajaí-SC quer tratar Covid-19 com aplicação retal de ozônio]
Foto : Reprodução / Facebook

Por Metro1 no dia 04 de Agosto de 2020 ⋅ 10:00

O prefeito de Itajaí (SC), Volnei Morastoni (MDB), anunciou na noite de ontem (3) que pretende adicionar mais uma opção de tratamento à covid-19 no município: administração de ozônio, pelo ânus, apenas em casos que tiveram resultado positivo nos testes de coronavírus. A prática não tem eficácia comprovada contra a doença.

Em transmissão ao vivo nas redes sociais, o prefeito, que também é médico, disse ter inscrito a cidade na Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep), ligada ao Ministério da Saúde, para integrar um protocolo de pesquisa sobre o uso do ozônio. Tanto o Ministério da Saúde quanto a Organização Mundial de Saúde (OMS) já divulgaram, mais de uma vez, que ainda não há cura ou tratamento comprovadamente eficaz contra a Covid-19.

"Provavelmente vai ser uma aplicação via retal, uma aplicação tranquilíssima, rapidíssima, de dois minutos, num cateter fininho e isso dá um resultado excelente", afirmou Morastoni na live.

O prefeito ainda afirmou que o tratamento seria voltado apenas "a quem desejar" e que só seria aplicado em casos confirmados da doença provocada pelo novo coronavírus. Ele acrescentou que provavelmente seriam dez sessões de aplicação de ozônio, "simples, rápidas, de dois a três minutinhos por dia".

Notícias relacionadas