Brasil

Prova de vida do INSS permanece suspensa até fim de novembro

Desde março o procedimento já foi adiado quatro vezes por causa da pandemia da Covid-19

[Prova de vida do INSS permanece suspensa até fim de novembro ]
Foto : Divulgação/Ministério da Economia

Por Geovana Oliveira no dia 15 de Outubro de 2020 ⋅ 17:00

Os aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), que dependem de prova de vida para receber os benefícios,  continuarão a ser pagos sem essa exigência até novembro, conforme portaria publicada hoje (15) no Diário Oficial da União.

Desde março o procedimento já foi adiado quatro vezes por causa da pandemia da Covid-19. O prazo, entretanto, não vale para quem estava com o benefício suspenso em março deste ano. Neste caso, o beneficiário deve ir ao banco regularizar o benefício antes que ele seja cancelado.

É previsto por lei que, todos os anos, beneficiários do INSS precisam comprovar ao governo que estão vivos. Essa comprovação é sempre presencial e feita na rede bancária, na data de "aniversário" do benefício pago. Quem não comprova que está vivo tem a renda bloqueada.

Notícias relacionadas