Brasil

Prefeitura do Rio libera eventos em quadras de escolas de samba a partir de novembro

Decisão foi publicada hoje no Diário Oficial do Município

[Prefeitura do Rio libera eventos em quadras de escolas de samba a partir de novembro]
Foto : Arquivo / Divulgação / Mangueira

Por Juliana Rodrigues no dia 20 de Outubro de 2020 ⋅ 08:40

A Prefeitura do Rio de Janeiro vai liberar, a partir do dia 1º de novembro, eventos em quadras de escolas de samba, sem aglomeração e seguindo protocolos de prevenção. A decisão está em um decreto do prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) publicado no Diário Oficial de hoje (20), que traz uma revisão da Fase 6B de flexibilização da cidade, em vigor desde 1º de outubro.

Na prática, estarão permitidos, no mês que vem, disputas de sambas, ensaios, feijoadas e shows dentro do Município do Rio. Já as quadras de fora da cidade precisam da autorização da respectiva prefeitura. É o caso da Beija-Flor de Nilópolis, da Grande Rio, de Caxias, e da Viradouro, de Niterói.

Mesmo com a liberação dos eventos nas quadras, o carnaval 2021 não tem data para acontecer. Em plenária realizada há um mês, as escolas determinaram que não vai haver desfile em fevereiro. Ainda não há decisão sobre adiar ou cancelar a apresentação.

Veja os protocolos:

  • As quadras deverão ter cadeiras e mesas numeradas— a exemplo de teatros, cinemas e casas de show;
  • As escolas de samba terão de submeter as equipes a cursos de capacitação da Subsecretaria de Vigilância, Fiscalização Sanitária e Controle de Zoonoses;
  • Cada evento precisará ainda cumprir as regras gerais sanitárias, como disponibilização de álcool em gel, distanciamento de no mínimo 2m e uso de máscara obrigatório.

Notícias relacionadas