Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Cidade

Prefeitura estuda como evitar fraudes durante vacinação contra a Covid-19

Segundo Léo Prates, tema será discutido com o governo para garantir que grupo prioritário seja vacinado primeiro

[Prefeitura estuda como evitar fraudes durante vacinação contra a Covid-19]
Foto : Jefferson Peixoto/Secom/PMS

Por Matheus Simoni no dia 15 de Janeiro de 2021 ⋅ 08:41

Prevista para a próxima quarta-feira (20), a vacinação contra a Covid-19 em Salvador começará pelos grupo prioritários, com idosos com mais de 75 anos e trabalhadores da Saúde. Também serão vacinadas pessoas com mais de 60 anos que vivem em asilos, além da população indígena. No entanto, a prefeitura se preocupa com possíveis fraudes e pessoas tentando furar a fila da vacina contra o coronavírus. Foi o que relatou o secretário municipal de Saúde, Léo Prates, em entrevista a Mário Kertész hoje (15), durante o Bom Dia com Mário Kertész da Rádio Metrópole.

"Eu sou um trabalhador da Saúde. Um agente de limpeza que trabalha em hospital é um trabalhador de saúde. Está no hospital e sofrendo todos os riscos. Como a gente já mapeou e está com 103 mil pessoas, qual documento deverá ser apresentado para o trabalhador da saúde se vacinar e como faremos isso para evitar fraudes? Muitas pessoas estão desesperadas e, infelizmente, tentarão fraudar o sistema. A gente tem que se preparar para isso", disse o gestor.

Uma reunião entre ele e o secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, está prevista para esta sexta para tratar do tema. 

Notícias relacionadas