Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Cidade

Diante de crise, governadores defendem cota extra de vacinas para Manaus

Governadores de 22 estados organizaram repasse de doses extras para o Amazonas

[Diante de crise, governadores defendem cota extra de vacinas para Manaus]
Foto : Divulgação/Simeam

Por Gabriel Amorim no dia 22 de Janeiro de 2021 ⋅ 20:30

Governadores de pelo menos 22 estados discutem a possibilidade de repassar doses extras de vacina para Manaus diante da situação de crise que vive todo o estado do Amazonas. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária deve aprovar o uso de mais 4.8 milhões de doses da Coronavac e governadores defendem que o Amazonas receba uma porção maior das doses. A informação é da coluna de Andréia Sadi 

O governador do Piauí, Wellington Dias (PT) participou de reunião com grupo de trabalho que discute a situação de Manaus e é um dos que defende o repasse extra. A proposta é que o Amazonas receba 5% do total de próximas doses que venha a chegar ao país e que os demais estados façam a divisão do restante. 

“O que vou defender aqui é uma questão humanitária. Participei agora do grupo de trabalho sobre Manaus e a situação é muito séria e já se espalha na região", disse Dias. Segundo o governador, não houve oposição de nenhum dos gestores estaduais que participam do grupo de trabalho. 

O grupo de trabalho que acompanha a situação em Manaus é formado por governadores, técnicos da região e do Ministério da Saúde. Fazem parte do grupo, por exemplo, estados como Piauí, Alagoas, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, entre outros.

Notícias relacionadas