Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Cidade

Prefeitura determina fechamento de parques e restringe comércio em três bairros de Salvador

Medidas serão válidas por oito dias e têm como objetivo conter o avanço da Covid-19

[Prefeitura determina fechamento de parques e restringe comércio em três bairros de Salvador]
Foto : Betto Jr/Secom/PMS

Por Matheus Simoni no dia 19 de Fevereiro de 2021 ⋅ 11:23

O prefeito Bruno Reis anunciou hoje (19) o fechamento de todos os parques públicos de Salvador a partir deste sábado (20), englobando o Parque da Cidade, Jardim Botânico, Lagoa dos Dinossauros, Parque dos Ventos e outros. A medida tem como objetivo conter o avanço da Covid-19 na capital baiana. Segundo ele, as ações anunciadas representam a desativação da fase 3 de retomada econômica da cidade, que começou no segundo semestre do ano passado. "O que impressiona é que quando você analisa os gráficos, os números estão mais ou menos na metade dos números da primeira onda. Quando nós vamos para casos ativos, para taxa de crescimento, fator RT, para os novos casos diários, quando a gente analisa todos os dados, eles estão mais ou menos na metade daqueles dados do momento crítico da primeira onda", afirmou o prefeito. 

Nos bairros da Pituba, Brotas e Itapuã, que têm o maior número de infectados, o comércio terá horário restrito novamente. A medida já havia sido adotada no ano passado. O comércio só poderá funcionar entre 10h e 16h. Estão autorizados a funcionar somente serviços essenciais: mercados, panificadoras, delicatessen, agências bancárias, cartórios, açougues e farmácias, além dos serviços dos laboratórios de análises clínicas, de imagem, clínicas veterinárias. Serviços de delivery e retirada de comida no local podem funcionar depois desse horário. Nesses três bairros, haverá distribuição de máscaras, realização de testes rápidos e higienização de ruas. 

"Desde quando cheguei à prefeitura, trabalhamos muito, rezava e pedia a Deus para não ter que adotar nenhuma medida nesse sentido, mas sempre disse a vocês que a situação vinha sob controle até o início de fevereiro, com uma média de 65% de ocupação dos leitos de UTI. A chegada de uma nova variante trouxe o risco de perdermos o controle da pandemia em nossa cidade", declarou Bruno Reis.

Outras medidas anunciadas pelo prefeito são a suspensão de atividades presenciais de classe, redução de 30% do número de funcionários de call centers, proibição de ações de emissão sonora em logradouro público e estabelecimento particular (como voz e violão), fechamento do Mercado Municipal da Liberdade, horário especial para idosos em mercados (7 às 9h).
 

Notícias relacionadas