Quarta-feira, 01 de dezembro de 2021

Cidade

Infectologista discorda de bloqueio das praias: 'o que precisa é de organização'

Robson Reis, entretanto, deixou claro que na atual conjuntura o bloqueio é necessário por se tratar de um "momento crítico"

Infectologista discorda de bloqueio das praias: 'o que precisa é de organização'

Foto: Reprodução/Youtube

Por: Kamille Martinho no dia 26 de fevereiro de 2021 às 11:30

O médico infectologista Robson Reis disse hoje (26) que, não fosse o momento, a proibição do acesso às praias não é eficaz para conter a transmissão do coronavírus em Salvador, por se tratar de uma área aberta e espaçosa. Questionado por Zé Eduardo, durante o programa Jornal da Bahia da Rádio Metrópole, o médico afirmou que o que atrapalha é a desorganização dos banhistas.

"Nesse momento talvez seja necessário, porque é um momento crítico, é diferente, mas não vejo sentido na proibição das praia. O que precisa é de organização, não adianta ter uma área aberta e todo mundo se concentrar no mesmo local", afirmou. "Não vejo problema desde que a faixa de areia seja muito bem utilizada e as pessoas mantenham, de fato, o espaçamento entre elas, de no mínimo 2 metros".

Ainda segundo o infectologista, "concentrar a população em ônibus, metrô ou até mesmo em alguns centros comerciais, é muito pior".

Infectologista discorda de bloqueio das praias: 'o que precisa é de organização' - Metro 1