Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Cidade

Salvador amanhece com 96 pessoas aguardando regulação no sistema de saúde

"Colapso iminente", afirma secretário municipal Léo Prates

[Salvador amanhece com 96 pessoas aguardando regulação no sistema de saúde]
Foto : Paula Fróes/GOVBA

Por Matheus Simoni no dia 02 de Março de 2021 ⋅ 09:38

O secretário municipal de Saúde, Léo Prates, comentou o esgotamento de leitos no sistema de saúde da capital baiana por conta da segunda onda da Covid-19 em Salvador. Em entrevista a Mário Kertész hoje (2), na Rádio Metrópole, ele declarou que a cidade bateu o recorde de pessoas aguardando regulação durante a pandemia: 96 pacientes amanheceram na fila esperando uma vaga em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

"Ontem regulamos, junto com o governo do estado, 68 pessoas. Apesar das regulações estarem altas, daqui a pouco o sistema de saúde está estrangulado e nós não vamos ter como tirar as pessoas das UPAs, o que vai levar a um colapso iminente das UPAs. Por isso que estamos correndo para abrir mais leitos do que tivemos na primeira onda. Mas isso leva tempo, não se monta um leito de UTI e uma equipe médica de uma hora para outra", disse Prates.

Ele confirmou que o Hospital Salvador, unidade de saúde exclusiva para casos de Covid-19, será ampliado nesta semana. Este é o quarto hospital de campanha voltado apenas para pacientes com Covid-19 em Salvador. Além deste, há também o Hospital Sagrada Família, Hospital Itaigara Memorial e o Hospital Santa Clara. 

"Nossa previsão é o Ginásio de Itapuã abrir na segunda-feira, a tenda dos Barris, com 10 leitos de UTI, na sexta-feira e o Hospital Salvador dobrando sua capacidade, com 40 leitos clínicos, até domingo. Hoje de manhã eu conversava com Tereza Paim, ela também estava trabalhando para abrir a Fonte Nova na sexta-feira. Mas, na situação que nós estamos, não sei se chegamos até a sexta-feira", declarou Prates.

Em Salvador, dos 1.059 leitos ativos, 878 estão com pacientes internados. A taxa de ocupação geral é de 83%. Já a taxa de ocupação da UTI adulto é de 83% e a pediátrica 67%. Os leitos clínicos adultos estão com 85% e o pediátrico com 76% de ocupação.

Notícias relacionadas