Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Cidade

Unidade de suporte ventilatório para pacientes com Covid-19 é inaugurada em Salvador

O espaço tem 10 leitos e está instalado ao lado da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) dos Barris

[Unidade de suporte ventilatório para pacientes com Covid-19 é inaugurada em Salvador]
Foto : Betto Jr/Secom

Por Metro1 no dia 06 de Março de 2021 ⋅ 15:00

Uma unidade de suporte ventilatório pulmonar para pacientes com Covid-19 foi inaugurada em Salvador nesta sexta-feira (5). O espaço tem 10 leitos e está instalado ao lado da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) dos Barris.

Segundo a prefeitura de Salvador, a unidade funciona por meio de regulação, durante 24 horas, todos os dias da semana. O espaço serve para receber pessoas que estão em atendimento na sala vermelha do gripário, na UPA ou no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), e que precisam de reforço de oxigênio ou intubação.

A unidade será gerida pela organização social Fundação José Silveira. A operação tem prazo mínimo de 90 meses, que pode ser prorrogado enquanto a fase crítica da pandemia durar. Ao todo, 74 profissionais de saúde vão trabalhar no local.

Com a unidade, as instalações da UPA dos Barris contam com 58 leitos para pacientes com Covid-19. A estrutura também vai ajudar a desafogar a pressão sobre a UPA, uma das unidades mais procuradas por pessoas com sintomas da doença.

Esta é a segunda unidade de suporte ventilatório inaugurado em Salvador. A primeira foi aberta em 19 de fevereiro, na Upa de Valéria. Em menos de 24h de funcionamento, a unidade teve lotação de 100% dos leitos disponíveis.

Durante a entrega, o prefeito Bruno Reis anunciou a nomeação de 34 profissionais de saúde que vão atuar na linha de frente de combate à pandemia. São seis enfermeiros, 19 médicos – sendo quatro deles para o Samu -, oito técnicos de enfermagem e um sanitarista.

Notícias relacionadas