Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Cidade

Secretária diz que, apesar de queda na arrecadação, Salvador deve manter auxílio em 2021

De acordo com Giovanna Victer, prefeitura irá se concentrar no combate à Covid-19

[Secretária diz que, apesar de queda na arrecadação, Salvador deve manter auxílio em 2021]
Foto : Metropress

Por Kamille Martinho no dia 08 de Março de 2021 ⋅ 12:13

A secretária da Fazenda de Salvador (Sefaz), Giovanna Victer, comentou na manhã de hoje (8) durante entrevista a Mário Kertész no programa Jornal da Metrópole no Ar, da Rádio Metrópole, sobre as finanças municipais durante a pandemia da Covid-19. 

"Temos que deixar de gastar em outros setores, cobrar de quem deve à prefeitura para que a gente consiga aumentar nossos recursos e continuar com os investimentos", disse. "Só três capitais do Brasil continuaram pagando auxílio em 2021 para os mais pobres e Salvador foi uma delas. Precisamos manter as finanças organizadas para conseguir arcar com essas despesas", completou.

Na oportunidade, a secretária afirmou que houve uma queda significativa na arrecadação da cidade. "O imposto sobre serviços, uma fonte importante de arrecadação, está sofrendo muito porque depende da área econômica. Estamos tendo que fazer uma série de ajustes para não comprometer os compromissos que a prefeitura tem".

Questionada sobre a possibilidade de diminuir os investimentos na infraestrutura e em outros setores, Giovanna Victer disse que a prefeitura pretende realizar as entregas pendentes do ano passado e que vão se "concentrar no combate à Covid-19, no planejamento da retomada econômica pra daí fazermos o planejamento das entregas dos próximos quatro anos".

Notícias relacionadas