Sábado, 19 de junho de 2021

Cidade

Sindicato não reconhece manifestação dos rodoviários na ACM: "em vez de ajudar, atrapalha"

Grupo iniciou manifestação no início da tarde desta quinta e trava trânsito na região do Iguatemi

Sindicato não reconhece manifestação dos rodoviários na ACM: "em vez de ajudar, atrapalha"

Foto: Max Haack/Secom

Por: Geovana Oliveira no dia 06 de maio de 2021 às 14:19

Após novo protesto de rodoviários da CSN na tarde desta quinta-feira (6), a assessoria do Sindicato dos Rodoviários afirmou ao Metro1 que não reconhece a manifestação. De acordo com Daniel Mota, o pagamento do FGTS já começou a ser liberado desde a última quarta (5). 

A empresa e os funcionários estão com a negociação avançada — ela começou a ser organizada em abril, em audiência no Tribunal Regional do Trabalho (TRT). "Esse tipo de manifestação, em vez de ajudar, atrapalha", afirma Mota. 

O TRT já encaminhou alvará coletivo para a Caixa Econômica Federal (CEF) e para a Superintendência Regional do Trabalho, determinando a liberação do FGTS e do Seguro Desemprego. Ainda segundo o sindicato, a pendência agora é de 20% da multa do FGTS, que vai ser liberado quando a CSN vender o patrimônio da garagem de ônibus.

O grupo iniciou a manifestação no início da tarde desta quinta, na Avenida ACM. Segundo a Transalvador, o trânsito está parado na região do Iguatemi. 

 

Sindicato não reconhece manifestação dos rodoviários na ACM: "em vez de ajudar, atrapalha" - Metro 1