Domingo, 26 de setembro de 2021

Cidade

Três dias após assassinato de tenente da Rondesp, dupla suspeita é morta pela polícia

Os dois homens foram flagrados com uma pistola, um revólver e 35 celulares

Três dias após assassinato de tenente da Rondesp, dupla suspeita é morta pela polícia

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Por: Metro1 no dia 15 de setembro de 2021 às 10:40

Três dias após a morte do tenente Mateus Grec Carvalho Marinho Queiroz, no bairro de Cosme de Farias, na noite de domingo (12), uma dupla suspeita de ter cometido o crime foi morta em troca de tiros com o Batalhão de Choque e Rondesp Central. O flagrante ocorreu no bairro de Sussuarana, na madrugada desta quarta-feira (15)

Uma denúncia anônima sobre os possíveis autores da morte do oficial da PM levou equipes da Patamo e da Rondesp Central até a localidade de Sussuarana Nova. 

"Ao avistar os policiais, a dupla que estava refugiada, em uma residência, atirou contra os PMs. Houve confronto e os criminosos acabaram atingidos. Eles foram socorridos para o Hospital Geral Roberto Santos, mas não resistiram”, informou o comandante do Batalhão de Choque, tenente-coronel Wildon Teixeira Reis.

Com os suspeitos, segundo PM, foram apreendidos uma pistola calibre 380, um revólver calibre 38, munições, carregador, 35 celulares, 26 kits de drogas, 33 tiras envelopadas de entorpecentes, 50 quilos de alimentos em embalagens. O material estaria pronto para ser arremessado para o Complexo Penitenciário de Mata Escura, completa a polícia. A ocorrência foi registrada na Corregedoria da Polícia Militar.

Três dias após assassinato de tenente da Rondesp, dupla suspeita é morta pela polícia - Metro 1