Domingo, 26 de setembro de 2021

Cidade

Com nome de ativista trans, projeto que pune discriminação a LGBT em estabelecimentos vai ser votado na Alba

PL é uma ampliação do que já foi conquistado em Salvador com a lei Teu Nascimento

Com nome de ativista trans, projeto que pune discriminação a LGBT em estabelecimentos vai ser votado na Alba

Foto: Divulgação

Por: Geovana Oliveira no dia 15 de setembro de 2021 às 17:43

O projeto de Lei Millena Passos, que pune com multas a LGBTfobia praticada por pessoas jurídicas públicas e privadas na Bahia, deve ser votado em breve na Assembleia Legislativa do Estado (Alba). Caso seja aprovado, estabelecimentos, empresas e organismos estaduais que discriminarem pessoas LGBTQIA+ poderão ser punidos. 

De acordo com o movimento LGBTQ, que esteve na Alba na tarde desta quarta-feira (15), o presidente da Casa, Adolfo Menezes (PSD), se comprometeu a levar o projeto para votação no plenário ainda neste mês. O ativista Onã Rudá afirma que o PL é uma estabilização do que já foi conquistado em Salvador com a lei Teu Nascimento. 

"Em Salvador a gente teve uma série de episódios de [estabelecimento] colocar para fora pessoas LGBTQ", diz. Agora, o PL pretende abranger toda a Bahia, e órgãos estaduais, como estádios de futebol.  

O projeto homenageia Millena, ativista trans, vice presidenta Nacional da UNALGBT, que também estava na reunião com presidente da Alba. "Escolhi o nome dela porque precisamos homenagear pessoas trans VIVAS, sobretudo numa sociedade onde esses corpos são os mais marginalizados", diz Onã.

Com nome de ativista trans, projeto que pune discriminação a LGBT em estabelecimentos vai ser votado na Alba - Metro 1