Quarta-feira, 27 de outubro de 2021

Cidade

Campanha pede que avenida em Ondina deixe de ser do "rouba, mas faz" e vire do "por uma globalização"

Por meio de abaixo-assinado, moradores querem que espaço passe a se chamar Milton Santos, em substituição ao ex-governador de São Paulo, Adhemar de Barros

Campanha pede que avenida em Ondina deixe de ser do "rouba, mas faz" e vire do "por uma globalização"

Foto: Google Street View

Por: André Uzêda no dia 20 de setembro de 2021 às 14:44

Uma campanha iniciada na internet tem ganhado forte adesão entre os soteropolitanos. Aproveitando a proximidade da entrega da obra da Avenida Adhemar de Barros (1901-1969), em Ondina, os moradores sugerem uma mudança de nome.

A ideia é que o espaço deixe de ser uma homenagem ao ex-governador de São Paulo, famoso pela expressão "rouba, mas faz", e passe a se chamar Milton Santos (1926-2001), famoso geógrafo baiano, professor universitário, escritor e jornalista. 

Milton Santos é considerado um dos principais intelectuais brasileiros, tendo sido inclusive professor da Universidade Federal da Bahia (UFBA),  que mantém seu principal campus justamente na avenida onde pretende-se a mudança de nome. 

Com mais de 40 livros publicados, uma das obras mais famosas é o "Por uma outra globalização: do pensamento único à consciência universal".

Na campanha, os moradores lembram que Adhemar de Barros não é baiano e que defendeu o Golpe de 1964 (que depois veio a cassá-lo); diferente de Milton Santos, com uma trajetória como intelectual e em defesa da universidade pública, gratuita e de qualidade. O abaixo-assinado já tem mais de 2.000 assinaturas e tenta sensibilizar os vereadores de Salvador para a mudança. 


 

Campanha pede que avenida em Ondina deixe de ser do "rouba, mas faz" e vire do "por uma globalização" - Metro 1