Terça-feira, 07 de dezembro de 2021

Cidade

Um mês após troca de comando na PM, crimes continuam fazendo parte da rotina da Barra

Na última quinta-feira (14) teve início a Operação Verão, que reforça a atividade policial em 59 cidades da Bahia, mas não foi divulgada ação específica para o bairro

Um mês após troca de comando na PM, crimes continuam fazendo parte da rotina da Barra

Foto: Reprodução/ Google Street View

Por: Luciana Freire no dia 15 de outubro de 2021 às 16:35

Um guardador de carros foi morto a tiros no final da manhã desta sexta-feira (15), na rua Afonso Celso, próximo ao Farol da Barra, em Salvador. A vítima foi identificada como Maurício Lima Santos, de 30 anos. A suspeita da Polícia é de que o assassinato foi uma cobrança de divida de agiotagem. No momento, testemunhas e um suspeito são ouvidos.

Um dos mais tradicionais bairros de Salvador, a Barra acumula episódios de violência nos últimos meses. Toda a região tem sido alvo de episódios violentos desde 16 de agosto, quando um casal foi queimado em um incêndio criminoso no local. O tema foi matéria do Jornal da Metropole na edição do dia 30 de setembro.

Na noite do último domingo (10), um homem foi morto a tiros no Porto da Barra. O suspeito fugiu a pé após atirar na vítima.

Procurado, o Major Uildnei Carlos do Nascimento, que assumiu o comando da 11ª Companhia Independente (CIPMBarra) no dia 10 de setembro, disse que não está "autorizado a dar entrevistas sobre a situação de hoje". A troca de comando aconteceu justamente quando teve início a onda de crimes na Barra. Questionado se haverá novas mudanças na patrulha policial do bairro, o major afirma que teve início na última quinta-feira (14) a Operação Verão, portanto a atividade policial será reforçada, mas nada mencionou sobre o aumento dos assassinatos e ações direcionadas a esses crimes.

Até o momento a Polícia Militar não respondeu à reportagem sobre novas ações policiais. A Polícia Civil afirma que investiga todos os casos que aconteceram no bairro, mas ainda não há uma operação específica para a Barra em andamento.

Um mês após troca de comando na PM, crimes continuam fazendo parte da rotina da Barra - Metro 1