Sábado, 04 de dezembro de 2021

Cidade

Suspeito de feminicídio disse em depoimento que namorada era viciada em cocaína e tentou matá-lo

O advogado José Luiz de Britto Meira Júnior depôs à Polícia Civil, que investiga o crime

Suspeito de feminicídio disse em depoimento que namorada era viciada em cocaína e tentou matá-lo

Foto: Reprodução Redes Sociais

Por: Maria Clara Andrade no dia 20 de outubro de 2021 às 13:20

O advogado José Luiz de Britto disse que sua namorada, Kezia Stefany da Silva Ribeiro, de 21 anos, apontou a arma para ele, forçando-o a reagir. As informações constam no depoimento de Luiz de Brito, ao qual o portal G1 Bahia teve acesso e publicou nesta quarta-feira (20). Kezia foi morta com um tiro na boca, na madrugada do último domingo (17). José Luiz de Brito Meira Júnior alega que o disparo foi acidental.

Em seu depoimento, o suspeito relata que o dia do crime foi marcado por brigas e violências, além de ter atribuído os constantes desacordos do casal ao uso de drogas (maconha e cocaína) por parte de Kezia. A perícia ainda não encontrou evidências desta afirmação.

Ainda segundo José Luiz, no dia do crime, o casal saiu para um show, e logo ao chegar em casa, a discussão entre os dois começou, motivada pelo suposto uso de cocaína por parte da jovem. O advogado narrou então uma sequência de agressões de Kezia contra ele, que teriam levado José Luiz a dizer que queria terminar o relacionamento. Após isso, ele afirmou que Kezia deixou o apartamento e que saiu sangrando. Esse episódio também foi relatado pelo porteiro do prédio, em que Kezia afirma ao trabalhador que o namorado queria matá-la.

Ao voltar, o suspeito narrou que a jovem chegou na sala com a arma dele já em punho. Disse ainda que Kezia apontou a pistola para ele e que ela teria preparada a munição para disparar por duas vezes. José Luiz finaliza afirmando que, neste momento, tentou desarmá-la.

Suspeito de feminicídio disse em depoimento que namorada era viciada em cocaína e tentou matá-lo - Metro 1