Segunda-feira, 16 de maio de 2022

Cidade

Suspeito de matar namorada chega no Batalhão de Choque, onde ficará detido

Advogado José Luiz de Britto saiu do IML direto para o local compatível a sala de Estado-Maior, em Lauro de Freitas

Suspeito de matar namorada chega no Batalhão de Choque, onde ficará detido

Foto: Metropress

Por: Adele Robichez no dia 21 de outubro de 2021 às 13:24

O advogado José Luiz de Britto, de 50 anos, suspeito de matar a namorada de 21, já encontra-se no Caji, em Lauro de Freitas, município da região metropolitana de Salvador, onde funciona o Batalhão de Choque da Polícia Militar. Após ter deixado a Polinter por volta das 10h50 desta quarta-feira (21), ele foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para exames e, em seguida, ao local onde ficará detido.

A Justiça determinou na última quarta-feira (20) que o suspeito seja mantido preso em uma sala no Batalhão de Choque, alternativa à inexistência de uma sala de Estado-Maior na Bahia, prevista para a prisão preventiva de advogados, conforme determina uma Lei Federal de 1994.

Caso não houvesse uma sala equivalente a uma de Estado-Maior para o advogado ficar custodiado no estado, a Justiça havia definido que a prisão preventiva deveria ser substituída por domiciliar. Para reverter isso, a Polícia Militar enviou informações sobre o espaço que poderia ser utilizado para a prisão do advogado.

No último domingo (17), José Luiz de Britto teria atirado na boca da namorada, Késia Stefany, de 21 anos. O crime aconteceu na madrugada, dentro do apartamento em um prédio de luxo, no bairro do Rio Vermelho, na capital baiana.

Suspeito de matar namorada chega no Batalhão de Choque, onde ficará detido - Metro 1