Sexta-feira, 28 de janeiro de 2022

Cidade

Pai teme que filho perca viagem internacional por erro em app do governo federal

No ConecteSUS, software que emite comprovante de vacinação traduzido exigido no Canadá, não consta doses tomadas por menino

Pai teme que filho perca viagem internacional por erro em app do governo federal

Foto: Reprodução

Por: Adele Robichez no dia 03 de dezembro de 2021 às 16:49

A cinco dias de uma viagem internacional do seu filho, Ney Pedra, de 64 anos, está preocupado com a possibilidade de que ele seja barrado por causa de um problema no aplicativo ConecteSUS, do Ministério da Saúde. O Canadá, destino do menino Ícaro Pedra, 14, exige o comprovante vacinal em língua estrangeira para a entrada de brasileiros, mas o software, único que emite o documento neste padrão, não reconhece as doses de vacinas tomadas pelo garoto.

“O ConecteSUS não consta nenhuma das doses que ele tomou. Ele tomou as duas da Pfizer. No dia da viagem, vão exigir que ele apresente o comprovante traduzido e isso pode ser um entrave”, declarou Ney.

O pai disse que já tentou de tudo para resolver o problema, mas não obteve êxito. Com isso, ele teme prejuízos. “Eu não entendo como o sistema, já todo pronto do governo federal, não funciona. Eu contabilizo dois prejuízos: o da passagem, se ele não viajar, até porque ele vai com a tia por ser de menor; e o fator emocional dele, que já está meio triste por causa disso”, externalizou.

No sistema municipal de comprovação de imunização, a Carteira de Vacinação Digital (CVD), as injeções contra o coronavírus tomadas por Ícaro aparecem normalmente. O serviço, porém, não disponibiliza a opção traduzida. 

Procurado pelo Metro1 na manhã desta sexta-feira (3), o Ministério da Saúde ainda não retornou aos questionamentos. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS), de Salvador, também foi contactada e respondeu apenas que o cidadão deveria entrar em contato com a ouvidoria do órgão.

Pai teme que filho perca viagem internacional por erro em app do governo federal - Metro 1