Quinta-feira, 07 de julho de 2022

Cidade

Morador que distribuiu jornal transfóbico no Le Parc terá que produzir material sobre direito LGBT

Será um total de 10 mil exemplares das peças de divulgação, que vão ser utilizadas em campanhas educativas e ações do MP

Morador que distribuiu jornal transfóbico no Le Parc terá que produzir material sobre direito LGBT

Foto: Reprodução

Por: Metro1 no dia 17 de maio de 2022 às 11:50

Na semana em que se celebra o Dia Nacional de Combate à Homofobia, o Ministério Público estadual firmou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o responsável pela distribuição do jornal de extrema-direita ‘Redpill e Rapadura’, com conteúdo transfóbico, no condomínio Le Parc, na Avenida Paralela, em Salvador, em outubro de 2021. 

O homem deverá produzir cards e folders informativos sobre os direitos da população LGBTQIA+, que serão publicados em jornal de grande circulação, em Salvador, para evidenciar a necessidade do respeito à existência e dignidade desse grupo social. Será um total de 10 mil exemplares das peças de divulgação, que vão ser utilizadas em campanhas educativas e ações do MP.

O conteúdo do jornal, distribuído nas 18 torres do Le Parc, com uma tiragem média de 1.296 exemplares, se posicionava contra a vacina, atacava os votos dados na urna eletrônica e chamava de "distúrbio mental" qualquer gênero fora do masculino e feminino. 

Morador que distribuiu jornal transfóbico no Le Parc terá que produzir material sobre direito LGBT - Metro 1