Domingo, 03 de julho de 2022

Cidade

Superintendente da Transalvador revela que Blitz da Lei Seca irá ser remodelada em Salvador

Trânsito de Salvador conseguiu uma redução de 50% no número de acidentes do primeiro trimestre

Superintendente da Transalvador revela que Blitz da Lei Seca irá ser remodelada em Salvador

Foto: Reprodução/Youtube

Por: Metro1 no dia 19 de maio de 2022 às 12:16

O titular da Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob), Fabrizzio Muller, e o superintendente da Trasalvador, Marcos Passos, estiveram, nesta quinta-feira (19), no programa 11 em ponto, da Rádio Metropole. Em entrevista a Geraldo Júnior, eles falaram sobre o trabalho conjunto e as mudanças no trânsito da capital após o momento crítico da pandemia da covid-19. 

O superintendente da Transalvador contou que tem intensificado as ações contra álcool na direção. De acordo com ele, nas próximas semanas, a blitz Lei Seca ganhará uma nova modelagem em Salvador. 

"A ingestão de bebida alcoólica é uma das principais das causas de acidente. Temos intensificado sim as blitz de alcoolemia na cidade. Justamente para que as pessoas entendam que trânsito e a ingestão de bebidas alcoólicas não combina. Temos percebido que as pessoas estão tendo mais consciência de pegar seu transporte alternativo, de pegar uma carona, mas estamos intensificando. E, provavelmente semana que vem, vamos remodelar a blitz da lei seca, que agora vai ser blitz "Respeite a Vida", contou Passos.

Segundo o superintendente da Transalvador, só no primeiro trimestre de 2022, o trânsito de Salvador conseguiu uma redução de 50% no número de acidentes. Apesar disso, Passos revelou que número de mortes de motociclistas ultrapassou o número de óbitos de pedestre no trânsito. 

"A maior causa das mortes no trânsito é pela velocidade. Historicamente o pedestre era quem era mais acometido. Esse número passou, o motociclista passou do pedestre, porque na pandemia eles foram importantíssimos para a economia do país. Houve um aumento do número de motociclistas na cidade e consequentemente o número de acidentes e de mortes", explicou Passos. 

Para Fabrizzio Muller, o trabalho em parceria entre a Semob, a Transalvador e ainda o Detran foi fundamental para os avanços no trânsito de Salvador. De acordo com ele, a cidade conseguiu em 2022 atingir o índice de menor número de mortes no trânsito entre as capitais brasileiras. 

"Em 2010, o Brasil foi um dos signatários de um acordo da ONU que estabeleceu a redução de 50% do número de mortos no transito no mundo. Naquele momento, se achou algo inatingível. Salvador foi a primeira capital do país a atingir essa meta. E ela mantem. Em 2017, chegamos ao menor índice de mortes por trânsito dentre as capitais. E em 2022 esse índice se mantem. Não podemos dizer que essa é uma conquista só de um órgão, todos os órgão se uniram e conseguiram esse índice", disse Muller. 

Superintendente da Transalvador revela que Blitz da Lei Seca irá ser remodelada em Salvador - Metro 1