Quinta-feira, 07 de julho de 2022

Cidade

Estudantes da Ufba se queixam de insegurança no entorno da Faculdade de Direito

Os estudantes contabilizaram cinco assaltos em menos de duas semanas no entorno da Fdufba, localizada no bairro da Graça, em Salvador

Estudantes da Ufba se queixam de insegurança no entorno da Faculdade de Direito

Foto: Reprodução

Por: Maria Clara Andrade no dia 27 de maio de 2022 às 13:20

Estudantes da Faculdade de Direito da Ufba (Fdufba) iniciaram nas redes sociais uma mobilização para realizar um protesto pedindo por melhoria na segurança dentro e nos arredores da universidade. Segundo a mensagem que circula nas redes, os estudantes contabilizaram cinco assaltos em menos de duas semanas no entorno da Fdufba, localizada no bairro da Graça, em Salvador.

Uma estudante de 22 anos, que preferiu não se identificar, faz parte desse número. "Foi por volta de 18h20. Eu estava indo para casa, para deixar minha bolsa, justamente por conta dessa onda de assalto e ia voltar para a faculdade", conta. 

Ainda assustada com a situação que viveu na última terça-feira (24), a aluna relembra que o assaltante chegou a apontar uma arma na direção dela. "O carro dele estava parado, na Rua Humberto de Campos, que fica uma rua antes da Faculdade de Direito", explica.

Segundo a estudante, antes um carro de polícia ficava na esquina da Ufba. Porém, de um tempo para cá, a viatura não fica mais por lá. "E a polícia também tem feito pouca ronda ali nas ruas da Graça", analisa. 

Procurada pelo Metro1, a Polícia Militar considerou a queixa “improcedente”. “De acordo com a 11ª CIPM, a unidade policia a região com guarnições realizando rondas e abordagens diuturnamente a transeuntes e veículos em atitude suspeita. Inclusive, na tarde desta quinta-feira (26), equipes da companhia realizaram um Policiamento de Trânsito no local, na Rua da Paz, no bairro da Graça, onde foram abordados sete carros, quatro motocicletas e 19 pessoas”, diz em nota.

Por meio de nota, a Ufba falou sobre um assalto que estudantes dizem ter acontecido na manhã desta sexta-feira (27), não confirmando a ocorrência. "Não houve nenhum assalto no estacionamento da Faculdade, ou em seu entorno, no campus", diz. Na nota, porém, a instituição acrescenta que o assalto - não confirmado pela Ufba - teria ocorrido na Rua da Paz, em frente ao Café Solange. 

"As estudantes da Ufba foram, portanto, vítimas de um assalto ocorrido em um bairro de classe alta da cidade, evidenciando a crescente violência que toma conta da cidade, do estado e do país. A tentativa de levar a ocorrência para o território da Universidade é leviana e, portanto, inaceitável", finaliza a nota. 

Para a também estudante de direito, Maria Eduarda Mascarenhas, de 21 anos, o posicionamento da universidade a deixou frustrada. "Ainda nesta semana ocorreu a eleição para a Reitoria e ficou muito evidente a importância da comunidade estudantil permanecer na defesa pela universidade pública. Mas como iremos fazer isso se diariamente estamos sendo vítimas de assaltos e ocorrências criminosos nos entornos da faculdade?", questionou, citando a consulta pública à Reitoria da Ufba que ocorreu nos dias 24 e 25 deste mês. 

O diretor da Fdufba, Julio Cesar Rocha, também publicou uma nota sobre os constantes assaltos. No texto, ele se solidariza com a situação dos estudantes e pede mais efetividade na ação da Polícia Militar para coibir os assaltos no entorno da universidade. "[...] o aumento de casos tem sido frequente, demandando da Secretaria de Segurança Pública, Comando Geral da PM e Governador do Estado, medidas mais eficazes para resposta à situação", diz trecho da nota. 

Estudantes da Ufba se queixam de insegurança no entorno da Faculdade de Direito - Metro 1