Segunda-feira, 08 de agosto de 2022

Cidade

Homem assassinado durante tiroteio na estação Pirajá gravou vídeo agradecendo saída da cadeia

Segundo a instituição, o homem já deveria estar em liberdade há três meses

Homem assassinado durante tiroteio na estação Pirajá gravou vídeo agradecendo saída da cadeia

Foto: Reprodução/Redes sociais

Por: Metro1 no dia 05 de julho de 2022 às 11:49

O pedreiro Diego Santos de Souza, morto durante o tiroteio que aconteceu na estação Pirajá, na última sexta-feira (1º), havia acabado de sair do sistema prisional com auxílio da Defensoria Pública do Estado da Bahia (DPE). Em postagem nas redes sociais, nesta terça-feira (5), a instituição lamentou o ocorrido e publicou um vídeo da vítima explicando que já era para estar em liberdade.

Diego foi solto durante o mutirão de atendimento que defensores realizaram na Cadeia Pública de Salvador, no mesmo dia do crime. 

Antes de sair da cadeia, ele gravou e autorizou a divulgação do vídeo, explicando que já tinha um alvará que garantia sua liberdade. Segundo a Defensoria, a vítima deveria estar solta há três meses, mas só conseguiu o direito após o mutirão. Ele havia praticado violência doméstica e estava cumprindo prisão provisória.

Na publicação, a instituição manifestou ainda repúdio aos comentários depreciativos contra a imagem da vítima. “Diego errou, estava respondendo pelo erro, e merecia uma vida digna como qualquer outra pessoa. Ele também foi vítima da violência; é cruel e desumano ser agora vítima da violência moral. É desrespeito contra quem já partiu e contra a sua família”, diz a publicação. 

A Defensoria informou ainda que está acompanhando o desdobramento da situação, que deixou pelo menos outras sete vítimas, e que está disponível para acolher e dar suporte à família de Diego.

Confira o vídeo:

 

Homem assassinado durante tiroteio na estação Pirajá gravou vídeo agradecendo saída da cadeia - Metro 1