Domingo, 07 de agosto de 2022

Cidade

"Os políticos estão estragando o 2 de Julho", opina Gerônimo

Declaração foi feita em entrevista ao Jornal da Cidade, na Rádio Metropole

"Os políticos estão estragando o 2 de Julho", opina Gerônimo

Foto: Reprodução / YouTube Portal Metro1

Por: Adele Robichez no dia 05 de julho de 2022 às 18:51

O cantor e compositor Gerônimo criticou a presença de figuras políticas nas comemorações do 2 de Julho, na Bahia. Em entrevista ao Jornal da Cidade, na Rádio Metropole, ele avaliou que as divisões políticas enfraquecem a festa popular. 

"Os políticos estão estragando o 2 de Julho. Eu queria que eles não fossem mais para o 2 de Julho, que continuasse a festa popular. O 2 de Julho sempre foi uma festa popular", lamentou.

De acordo com o artista, a inserção de políticos na festa começou com Rui Barbosa, então candidato à presidência, em 1910. "Ele achou que deveria entrar no circuito. A merda toda foi isso aí: quando ele entrou, todo mund também entrou. E aí virou essa coisa dividida", disse.

Gerônimo declarou ainda que, neste ano, frustrou-se com o 2 de Julho. "Eu fiquei no Centro Histórico esperando vir as Cheganças, os Cavaleiros de Pedrão, aquelas coisas bonitas... nada. Não veio nada. Eu fiquei triste", contou.

Em ano eleitoral, o 2 de Julho contou com a participação, na Bahia, dos principais pré-candidatos à presidência em 2022: o atual presidente Jair Bolsonaro (PL); o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT); o ex-governador do Ceará, Ciro Gomes (PDT); e a senadora Simone Tebet (MDB).

"Os políticos estão estragando o 2 de Julho", opina Gerônimo - Metro 1