Faça parte do canal da Metropole no WhatsApp >>

Domingo, 03 de março de 2024

Cidade

Band'Aiyê denuncia racismo em restaurante de Salvador: "Fomos tratados como ladrões"

O grupo foi contratado para se apresentar no estabelecimento, onde o crime teria acontecido

Band'Aiyê denuncia racismo em restaurante de Salvador: "Fomos tratados como ladrões"

Foto: Divulgação

Por: Metro1 no dia 30 de novembro de 2023 às 15:49

Atualizado: no dia 30 de novembro de 2023 às 16:00

A Band’Aiyê - a banda do Ilê Aiyê - denunciou que sofreu um caso de racismo na última quinta-feira (23), no restaurante Espaço Bistrô Trapiche Adega, no bairro do Comércio, em Salvador, onde tinham uma apresentação marcada.

Em nota publicada no Instagram, o grupo afirmou que a proprietária do local, Vivianne Mendonça, pediu que eles se retirassem da sala onde iriam vestir os figurinos, já que era um local com “coisas de valor”.

Ainda de acordo com a o comunicado, a produção do evento explicou que havia direcionado a banda até a sala para que os integrantes pudessem se arrumar. Mesmo assim, o grupo disse que a dona do espaço insistiu que uma funcionária do estabelecimento ficasse na entrada da sala e a porta permanecesse aberta. 

“Fomos tratados como ladrões e não artistas que estavam ali para realizar um trabalho. [...] É inadmissível que esse tipo de coisa continue acontecendo na nossa cidade. Alguns brancos e brancas dessa cidade precisam entender que ser negro ou negra não é sinônimo de ser ladrão ou ladra. Fomos feridos na alma e esperamos que atos como esse deixem de acontecer em nosso país”, diz um trecho do texto publicado nesta quinta-feira (30).

Veja a publicação: