Cidade

Uber inicia operações a partir desta quinta-feira em Salvador

As atividades serão iniciadas mesmo após a prefeitura ter se posicionado contra a atuação da empresa, que é alvo de críticas também por taxistas que consideram o serviço irregular. [Leia mais...]

[Uber inicia operações a partir desta quinta-feira em Salvador]
Foto : Fotos Públicas

Por Gabriel Nascimento no dia 07 de Abril de 2016 ⋅ 06:27

A partir das 14h desta quinta-feira (7), o serviço de transporte urbano particular pelo aplicativo Uber começa a operar em Salvador. As atividades serão iniciadas mesmo após a Prefeitura ter se posicionado contra a atuação da empresa. Presente em mais de 400 cidades em 70 países, o serviço começou a credenciar os motoristas na capital baiana no mês passado.

No Brasil, o Uber já atua com mais de 10 mil condutores em Brasília, Belo Horizonte, Campinas, Curitiba, Goiânia, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro e São Paulo. Em Salvador, o Uber não especificou a quantidade de motoristas cadastrados para o início das operações.

O diretor de comunicação da empresa, Fábio Sabba, informou que o valor mínimo da corrida será de R$ 6 e deverá ser pago apenas com cartão de crédito cadastrado no aplicativo. “O preço inicial da corrida será de R$ 2,50, o valor do Km rodado será de R$ 1,21 e o preço cobrado por minuto no veículo será de R$ 0,20”, explicou. Nos táxis convencionais da capital, o preço da bandeirada é de R$ 4,81, a bandeira 1 custa R$ 2,42 por km rodado, e a bandeira 2 R$ 3,38.

Como mostrou o Jornal da Metrópole, o prefeito ACM Neto já deixou bem claro o seu posicionamento na história. ”Eu não tenho simpatia por esse tipo de serviço. Agora, estamos estudando quais são os limites legais. Eu não vou irresponsavelmente dizer que haverá uma proibição ao Uber. A minha ideia é preservar os taxistas e, se depender da minha vontade e do meu trabalho, o Uber não vai entrar em Salvador para prejudicar os taxistas”, garantiu. 

Notícias relacionadas