Faça parte do canal da Metropole no WhatsApp >>

Segunda-feira, 24 de junho de 2024

Home

/

Notícias

/

Cidade

/

Base aérea de Canoas é liberada para voos comerciais como alternativa ao aeroporto Salgado Filho

Cidade

Base aérea de Canoas é liberada para voos comerciais como alternativa ao aeroporto Salgado Filho

Base aérea de Canoas servirá para operações civis de transporte de passageiros e cargas enquanto durar o estado de calamidade pública

Base aérea de Canoas é liberada para voos comerciais como alternativa ao aeroporto Salgado Filho

Foto: Min. Portos / Aeroportos / Divulgação

Por: Metro1 no dia 18 de maio de 2024 às 17:00

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) autorizou nesta sexta-feira (17) o uso da base aérea de Canoas (RS) para voos comerciais. A decisão foi tomada após uma reunião extraordinária da diretoria do órgão, como alternativa ao fechamento do Aeroporto Internacional Salgado Filho em Porto Alegre, afetado pela tragédia climática no Rio Grande do Sul.

A base aérea de Canoas servirá para operações civis de transporte de passageiros e cargas enquanto durar o estado de calamidade pública. Segundo o ministro dos Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, a capacidade da base será ampliada para cinco voos diários, totalizando 35 voos semanais. A Fraport, concessionária que administra o Salgado Filho, será responsável pelas operações em Canoas.

Além de Canoas, o governo federal está ampliando a capacidade de outros aeroportos regionais no Rio Grande do Sul, incluindo Caxias do Sul, Santo Ângelo, Passo Fundo, Pelotas, Santa Maria e Uruguaiana, além dos aeroportos de Florianópolis e Jaguaruna em Santa Catarina. A meta é transportar até 20 mil passageiros por semana, abrindo 13 mil novos assentos durante o período de calamidade.

O plano emergencial prevê que 116 voos comerciais sejam realizados semanalmente para o Rio Grande do Sul, garantindo a continuidade do transporte aéreo na região. A Anac suspendeu a venda de passagens para voos com origem e destino ao Salgado Filho por tempo indeterminado, enquanto trabalha para minimizar os impactos da interrupção nas operações.